Blog Clara Nunes: Novembro 2017

04 novembro 2017

O memorial Clara Nunes no Programa Terra de Minas


PROGRAMA TERRA DE MINAS 
GLOBO MG
04 novembro 2017
14 hs 


                                            http://redeglobo.globo.com/globominas/terrademinas/

02 novembro 2017

O filme "Clara Estrela"


“CLARA ESTRELA” DOCUMENTA CLARA NUNES EM PRIMEIRA PESSOA.





Por Celso Sabadin.
Será exibido nesta sexta-feira (03/11) no Festival de Conservatória, Rio de Janeiro, o mais que bem-vindo documentário “Clara Estrela”, que retrata uma das maiores cantoras populares da nossa música: Clara Nunes.
O filme começou a ser pensado em 1998, a partir da constatação que de não havia na cinematografia brasileira uma obra audiovisual sobre uma intérprete tão importante. Assim, os irmãos Renata e Rodrigo Alzuguir mergulharam na pesquisa e radiografaram os aspectos pessoais e profissionais da artista mineira. A família de Clara, bem como o compositor Paulo César Pinheiro, seu viúvo, abraçaram o projeto e disponibilizaram seus acervos.
“Clara Estrela” faz a feliz opção de basear toda a sua linha narrativa inteiramente na figura da biografada. Isto é, seja através de sua própria imagem captada na época em entrevistas de rádio e TV, seja através de depoimentos na mídia impressa (neste caso, reproduzidos na voz de Dira Paes), a única pessoa que fala no filme é a própria Clara Nunes. O resultado é uma obra sincera, verdadeira e emotiva, que desta forma se distancia  da tradicional fórmula dos depoimentos prestados por terceiros, nem sempre muito atraente.
Muito apropriada ainda a opção do filme de não entrar nem supervalorizar as questões polêmicas que evolveram a morte prematura da cantora, preferindo focar no que realmente interessa, ou seja, sua obra, sua arte, e na maneira através da qual Clara Nunes venceu barreiras e preconceitos profissionais.
É o chamado documentário que realmente documenta, direto, objetivo, emocional e necessário.
A direção é de Susanna Lira e Rodrigo Alzuguir. Susanna tem em seu currículo os filmes Legítima Defesa (2017), Intolerância.doc (2016), Mataram Nossos Filhos (2016),  Levante! (2015); Damas do Samba (2015), Porque Temos Esperança (2014), Uma visita para Elizabeth Teixeira (2011), Positivas (2010), Contracena (2009) e Câmera, Close! (2005). Escritor, música e pesquisador, Rodrigo faz aqui sua estreia na direção de cinema.
 http://www.planetatela.com.br/critica/clara-estrela-documenta-clara-nunes-em-primeira-pessoa/