Blog Clara Nunes: Fevereiro 2010

24 fevereiro 2010

João Nogueira - emocionante depoimento!

"João Nogueira fala do desespêro e angústia em querer salvar Clara Nunes,da tentativa de contratar os melhores médicos,macumbeiros,esoteristas,de tudo,mas,o Senhor não quis assim..."
Vídeo postado no youtube por Sandra-RJ, trecho do especial
"Ensaio-João Nogueira" .
João fala do orgulho de ter feito a primeira homenagem em vida para Clara (Mineira) e do samba-homenagem (Um Ser de Luz) composta por ele, Paulo César Pinheiro e Mauro Duarte, 3 dias após sua morte tragica.
Emocionante ver e ouvir o saudoso João Nogueira!

Mais Clara Nunes no espaço da Sandra-Youtube:

http://www.youtube.com/user/clamagoada

22 fevereiro 2010

Clara Nunes - Caricatura de J.Bosco

J.BOSCO Jornalista, cartunista,ilustrador,caricaturista e chargista do jornal O LIBERAL, de Belém do Pará, desde 1988. Casado, uma filha, possui vários prêmios nacionais e internacionais em salões de humor, cinco livros editados. Tem trabalhos publicados nas revistas Veja, Você SA, Semana, Imprensa, Focus. Livros didáticos das editoras Scipione, Saraiva, ÁTICA e FTD. Em 2008 fez sua primeira exposição individual de caricaturas de empresários paraenses "cara e coroa" num total de 60 peças.Em 2009 fez a 2ª edição de "Cara&Coroa"com 86 caricaturas. Autor das tiras "Colarinho pão e vinho" ,"Capitão feijão" e "Mundo cão", publicadas diariamente no caderno magazine de O Liberal. Presta serviços de ilustração, para várias agências de publicidades e produtoras de vídeo em Belém. Produz caricaturas por encomendas para diversos eventos, convite de casamentos, aniversários, formaturas. contatos: jbosco@oliberal.com.br jotabest1961@gmail.com 091/88634645 o91/32439152

20 fevereiro 2010

Exposição Portela

Está em cartaz no Madureira Shopping, até o dia 21 de fevereiro, a exposição "Majestade do samba", em homenagem à Portela e aos 21 campeonatos conquistados ao longo de sua história. A mostra exibe fantasias que foram destaque em antigos carnavais da agremiação, imagens e fantasias em miniatura confeccionadas por crianças atendidas pelo projeto social da escola, como a "Rainha do Mar" da foto, utilizada em 1981 por Clara Nunes. A direção de arte é de Yuri Graneiro com cenografia de Clécio Régis. A exposição pode ser conferida na área de eventos do shopping, no 1º piso, na Estrada da Portela 222. De segunda a sábado, das 10h às 22h e, aos domingos, do meio-dia às 21h. Informações pelo telefone 2488-1342. O shopping não funcionará durante o carnaval, de sábado a terça.
Jornal O Globo

12 fevereiro 2010

Portela 2010! Boa Sorte!

Compositor: Diogo Nogueira,
Rafael dos Santos, Ciraninho,
Naldo e Junior Escafura)
(Derrubando fronteiras, conquistando a liberdade, o Rio de paz em estado de graça)
Portela segue os passos da evolução...
Liberdade!Num clique derruba barreiras
Deleta fronteiras da realidade
Desperta o bem social
Acessa o amor digital
Faz da criança inspiração
Pro futuro da nação
Na rede nossas vidas vão se transformar
Do ventre mais um ser nascerá
O Dia de Graça que o mestre cantou
Já raiou!O meu pavilhão é minha paixão!A luz da ciência é ela...
É samba, é jaqueira que não vai tombar
Sou Portela!Mãos unidas pela inclusão
Povos, raças, em comunhão
Vai meu verso ao mundo ensinar
É preciso navegar!Brilhou no céu mais um sinal
Cruzando o espaço sideral
Portela... Portal cultural de um país
Um link com a nossa raiz
Rainha da PassarelaR
evela um Rio de paz pra vive
rA senha de um amanhecer
Mais felizMinha águia guerreira Vai voar... Viajar!
Pousar no sonho e ganhar o carnaval
E conquistar o mundo virtual!
"Portela eu nunca ví coisa mais bela
quando ela pisa a passarela
e vai entrando na avenida"
Memória:

Quem vê a foto ao lado pode pensar que era dia de ensaio de escola de samba carioca – e às vésperas do desfile na Marquês de Sapucaí. Não era. Os noticiários daquela manhã de 2 de abril de 1983 confirmavam a morte de Clara Nunes. Seu corpo seria velado na Portela, a escola de coração da cantora. Em menos de uma hora, formou-se uma pequena multidão de 5 mil pessoas. Ao todo, mais de 50 mil admiradores passariam pelo bairro de Madureira para um último adeus, com direito a desmaios e muito empurra-empurra. Até o Batalhão de Choque precisou intervir.

http://www.almanaquebrasil.com.br/lambe-lambe/28959/