Blog Clara Nunes

12 agosto 2021

Se estivesse viva Clara Nunes completaria 79 anos!

 


Clara Nunes
12/08/1942

Se estivesse viva, Clara Nunes completaria 79 anos .
Viva a música brasileira
Viva o samba
Viva Clara









09 agosto 2021

Vem aí: Vanessa da Mata no musical : Clara Nunes, a tal guerreira!

 





Verificado

O projeto que idealizei há muitos anos homenageando a Clara Nunes, agora nascerá! Tive uma reunião há mais de dois anos com o diretor e amigo @jorgefarjalla, que tem um trabalho maravilhoso, e o produtor @marcogriesi! Sempre fui apaixonada pelos BRASIS que Clara canta! Das intérpretes que cantam o Brasil de maneira grandiosa, Clara Nunes sempre me capturou de forma diferente! O projeto não falará sobre a Clara órfã, que viu seu irmão ser preso após defender sua honra em uma tragédia! Nosso musical será sobre a obra e o seu sagrado.

Clara é um dos ícones que sustentam um orgulho de nascermos aqui e apesar de tudo, termos o riso e a força transparecendo de várias formas, assim como Clara! Seus ritmos, jeito, pureza, fogo, a invencibilidade e a pluralidade musical que ela, com seus compositores, nos refletiram aqui e lá fora! Diante de tantas coisas que temos que esquecer, acho que treinamos nossa memória a não nos machucar e assim esquecer tudo, inclusive as mais honrosas e que nos envaidecem! Precisamos levar às novas gerações a diversidade musical, lúdica, híbrida, poética das músicas tradicionais de muitas regiões que ela deu a uma multidão de maneira nacional! Clara entre tantas outras enormes, não podem ser esquecidas e sim cravadas como prêmio, um troféu, um ponto de festa contra qualquer devassidão que a corrupção, decepções ou outras maldades, tentam nos açoitar a autoestima, mas esses grandes a sustentarão! Esse nosso povo maravilhoso e milagreiro, pariu Bethânia, Elis Regina, Dorival Caymmi, Pixinguinha e tantos e tantos outros conhecidos e não, de onde emerge brilhante, elegante, classuda, fortíssima, religiosa, serena, esse ponto gigante em nossa ilustre autoestima chamada Clara Nunes. Asé
#VanessadaMata #ClaraNunes #ClaraNunesATalGuerreira
Clara Nunes A Tal Guerreira
Uma produção @palco7producoes
@soloentretenimento  












 


19 julho 2021

Vem aí: Série na Globo CLARA NUNES

 

PROCURA-SE UMA CLARA NUNES: ATRIZES FAZEM TESTE PARA VIVER CANTORA EM NOVA SÉRIE DA GLOBO



Tamanho do textoA A A

Grande artista que foi, Clara Nunes não morreu, virou mito. A trajetória da cantora, lembrada até hoje com carinho pelo público, vai virar série na Globo. No momento, a produção se concentra na busca, através de testes, de uma atriz para vivê-la na televisão. A ideia inicial é que ela seja interpretada por um rosto novo, ainda desconhecido dos telespectadores. As gravações devem começar até o fim do ano, com previsão de lançamento para 2022.

Leia também: Governador do RS, Eduardo Leite namora pediatra capixaba; saiba quem é

Clara Nunes numa foto de 1976, aos 34 anos
Clara Nunes numa foto de 1976, aos 34 anos Foto: Manoel Soares / Agência O Globo

Em pouco mais de 20 anos de carreira, Clara foi uma cantora de grande sucesso comercial, levando também para fora do país a cultura brasileira. Em 1983, ela saiu de cena, com apenas 40 anos, depois de ter se submetido a uma cirurgia de varizes. Uma reação alérgica fez com que a cantora sofresse uma parada cardíaca e ficasse internada por 28 dias até sua morte. Em 1984, Clara voltava à sua querida Portela, mas como homenageada do enredo campeão da escola de Madureira.

https://extra.globo.com/famosos/procura-se-uma-clara-nunes-atrizes-fazem-teste-para-viver-cantora-em-nova-serie-da-globo-25110054.html

02 abril 2021

Clara em confraternização na gravadora Odeon

 

Foto: Nivaldo Duarte 

legenda: Nivaldo Duarte e Clara Nunes em confraternização na ODEON. Rio de Janeiro, RJ.
personagem: Nivaldo Duarte e Clara Nunes
historia: Considerado peça fundamental da história do áudio no Brasil, Nivaldo Duarte trabalhou por vários anos como operador de gravação nos estúdio da ODEON, tendo gravado diversos artistas da MPB. Dentre seus trabalhos estão as gravações dos álbuns Clube da Esquina 1 e 2 e vários outros de quase todos os artistas relacionados ao Clube da Esquina.

https://acervo.museudapessoa.org/pt/conteudo/imagem/clara-nunes-71990


Clara partia há 38 anos - 02 de abril

                                 


                                                Clara Nunes (foto Instituto Clara Nunes) 


                                 

                                                Clara Nunes ( Foto Deolinda Vilhena)

                                  "Ela se foi a cantar, para luz do luar onde moram as estrelas"


                                                                  


A Mineira Guerreira, Clara Nunes era uma força da natureza, um ser de luz, claridade para a alma de cada um que ouvisse seu cantar ou visualizasse sua incrível figura humana!

Clara Francisca Gonçalves nasceu em Caetanópolis-MG, em 12 de agosto de 1942, sendo que iniciou a carreira cantando boleros e outros estilos musicais, até finalmente se encontrar com seu destino: o Samba!

Em 1968, gravou “Você Passa, Eu Acho Graça” (Ataulfo Alves e Carlos Imperial), o qual foi seu primeiro sucesso e que marcou sua certeira definição pelo gênero!

Ao longo da carreira, Clara Nunes - Claridade manteve ao redor de si um círculo de compositores fiéis como alguns bambas da Velha Guarda da Portela, Nélson Cavaquinho, Mauro Duarte, João Nogueira, Paulo César Pinheiro, assim como sempre foi acompanhada em suas apresentações ao vivo pelos músicos do Conjunto Nosso Samba, desde sua adesão ao gênero até os últimos shows!

Foram inúmeros os sucessos como "Morena de Angola", "O Mar Serenou", "O Canto da Sereia", "Feira de Mangaio", "Coisa da Antiga", dentre tantos outros!

Fez da presença e mágico poder vocal, sua singular arte! Até hoje exerce influência sobre a nova geração de mulheres e lhes deu inspiração para o seu canto! Clara foi mulher bem adiantada do seu tempo, determinada, corajosa e carismática!

Em 1983, Clara passou, sem que ninguém, dessa vez tenha achado graça. Passou e marcou. Marcou bem no fundo a sua personalidade e o seu nome na história da cultura brasileira!

Marcou uma época inteira!

A imagem de Clara Nunes segue forte no imaginário popular! Como a sereia da famosa canção, sua pisada na areia fez o mar serenar!

A nossa gratidão, Clara Nunes!


30 janeiro 2021

OS MELHORES DISCOS QUE NÃO FORAM GRAVADOS – “CLARA & BADEN” (por Rodrigo Alzuguir)

 





CLARA & BADEN 












 da página do Facebook do escritor Rodrigo Alzuguir 


Clara Estrela - Filme Documentário
    Diretores: Rodrigo Alzuguir e Susanna Lira

10 outubro 2020

Marquinho do Pandeiro(Velha Guarda da Portela) homenageia Clara em CD !


 

Homenagem do integrante da Velha Guarda da Portela à Clara Nunes !

Aos 74 anos, Marquinho do Pandeiro lança primeiro disco da carreira neste sábado

Marquinho do Pandeiro está perto de realizar um sonho antigo. Aos 74 anos e recuperado da Covid-19, o músico e integrante da Velha Guarda Show da Portela se prepara para lançar seu primeiro disco solo, “Claridade da Portela”. A tão aguardada estreia vai acontecer neste sábado (10), às 19h30, durante uma live no Teatro Rival Refit, com participação especial do cantor e compositor Tuco Pellegrino, do músico Paulão 7 Cordas e do locutor oficial da quadra da Portela, Boka.


Frequentador da Portela desde 1960, ele entrou para o seleto grupo de bambas da Velha Guarda em 2004, após a morte de Argemiro Patrocínio. Em seguida, colaborando nos vocais com Monarco e Serginho Procópio, passou a acompanhar o grupo nas feijoadas mensais da agremiação, em gravações e em shows pelo Brasil. Foi aí que o veterano decidiu que era hora de mostrar suas próprias composições, após quase 50 anos de trajetória profissional. “Sempre gostei de compor e de mostrar minhas músicas para amigos. Aí, há uns quatro anos, o Rodrigo Godoy, a quem eu faço questão de citar, deu o pontapé nessa história de gravar disco. Outro que teve papel fundamental foi o Tuco (Pellegrino), que assina a produção do CD. Monarco, meu mestre e professor, também sempre me incentivou muito. A sensação, agora, é de vitória”, conta o sambista.

Para a live do dia 10, Marquinho promete apresentar a maior parte das canções do disco, além de homenagear ícones portelenses. “Vou mostrar o carro-chefe do disco, ‘Claridade da Portela’, que fizemos para homenagear a inesquecível Clara Nunes. Tem, ainda, música minha com Monarco, tem samba só meu e outros feitos com amigos como Tuco Pellegrino, Ruan Espanhol, Beto Fininho, Rafael Viana, Tiago Beli e outros”, detalha.


Ícones portelenses como Candeia, Casquinha, Bubu, Manacéa e Monarco também estarão no repertório da transmissão. “Não posso deixar de homenagear a Velha Guarda, que está completando 50 anos de carreira, e de lembrar pessoas que foram muito importantes na minha carreira como músico. São artistas que eu já acompanhei em shows e que faço questão de reverenciar de alguma maneira, como Jorge Veiga, Zé Kéti, Cartola e Ismael Silva”, completa Marquinhos.


Com textos do presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, e do professor, pesquisador e biógrafo da Velha Guarda da Portela, João Baptista Vargens, o disco “Claridade da Portela” pode ser adquirido através do e-mail producaotucopellegrino@gmail.com e do telefone (11) 96491-8660.

Vale lembrar que o show de Marquinho do Pandeiro será transmitido gratuitamente pelo canal do Teatro Rival Refit, no YouTube, no dia 10 de outubro (sábado), às 19h30. O público poderá contribuir com o artista, os músicos e técnicos envolvidos na produção através do link da plataforma Sympla.


https://www.sympla.com.br/marquinho-do-pandeiro---transmissao-ao-vivo---teatro-rival-refit-abrindo-portas-apresenta__968444?utm_source=criteo&utm_medium=retargeting&utm_campaign=webconversion#tblciGiABKU3rfuJgRbZnKRLsBdD61Fzdxws3wSFHJ8-lPjtmcyDwjE4



16 setembro 2020

Canal Brasil estréia o documentário : Clara Estrela!

 

Documentário sobre Clara Nunes estreia nesta quarta no Canal Brasil





Produção 'Clara Estrela' narra em primeira pessoa a vida e a carreira da artista mineira que conquistou o Brasil




"Clara Estrela”, documentário que narra em primeira pessoa a vida e a carreira de Clara Nunes, estreia no Canal Brasil
"Clara Estrela”, documentário que narra em primeira pessoa a vida e a carreira de Clara Nunes, estreia no Canal Brasil
Foto: Canal Brasil/Divulgação

Os fãs da cantora mineira Clara Nunes (1942-1983) vão ganhar um presentão nesta quarta (16).
 
“Clara Estrela”, documentário que narra em primeira pessoa a vida e a carreira da artista, estreia às 20h no Canal Brasil. 
 
Os documentaristas Susanna Lira e Rodrigo Alzuguir narram, por meio de entrevistas em diversos programas de TV e rádio, a trajetória de Clara Nunes, cantora de Caetanópolis, região central de Minas, que conquistou o Brasil.
 
Os depoimentos são permeados por imagens oníricas que traduzem o universo místico de Clara e contam com a narração da atriz Dira Paes, reproduzindo excertos de trechos de entrevistas concedidas pela cantora a jornais. Mesmo após mais de três décadas de sua morte, a voz da “mineira guerreira” continua no panteão da música brasileira.
 
Reportagens, fotos e notícias publicadas sobre sua vida e carreira – com destaque para uma longa conversa com a jornalista Marília Gabriela – compõem o roteiro.